ESPECIALIDADES

Clique sobre a cirurgia desejada abaixo:

Cirurgia endoscópica da sinusite

O que são seios paranasais?

São cavidades localizadas na face recobertas por epitélio semelhante ao do nariz e que possuem óstios de drenagem para dentro da cavidade nasal.

 

Quando deve ser realizada a cirurgia dos seios paranasais?

A cirurgia endoscópica dos seios da face é geralmente utilizada para tratamento, diagnóstico, biópsia de diversas doenças do nariz e seios da face, como sinusite crônica, micoses, cistos de seios paranasais, polipose nasal, tumores de nariz e seios da face, entre outros.

 

Como é realizada a cirurgia?

A cirurgia é realizada na maioria das vezes com anestesia geral. É introduzido, na cavidade nasal uma óptica, conectado a um sistema de vídeo que amplia a imagem do interior do nariz, dando ao cirurgião maior detalhamento da área a ser operada. O médico então poderá realizar tanto a remoção de lesões dentro do nariz, quanto dos seios da face, drenagem de secreções no interior dos seios. Na maioria das vezes também é necessário ampliar os óstios dos seios da face, para melhorar a drenagem e evitar assim novos episódios de sinusite.

 

Quais são as possíveis complicações?

  • Sinéquias – Consiste em uma cicatrização inadequada do corneto, que leva a obstrução nasal, ocorre em cerca de 8% dos casos. Pode ser evitada com limpeza adequada no pós-operatório.

  • Fechamento do óstio – Causando sinusite, sendo necessário reoperação.

  • Hemorragia – Pode ocorrer sangramentos tanto no pós-operatório imediato quanto tardio, sendo raramente necessário colocação de tampão ou reintervenção cirúrgica para nova cauterização.

  • Fístula liquórica – Cérebro é envolvido por três membranas e uma fina camada de líquido chamada líquor. Devido a proximidade dos seios da face com o cérebro existe uma rara chance de lesão dão cérebro ou dos tecidos que envolvem o cérebro podendo haver saída de líquor pela cavidade nasal.

  • Problemas visuais – Em casos extremamente raros podem ocorrer danos ao olho causando redução da visão. Pode evoluir também com lacrimejamento excessivo, olho seco.

 

Quais são os cuidados no pós-operatório?

Normalmente o paciente recebe alta no mesmo dia em que foi realizada a cirurgia. Se houver a necessidade de se colocar tampão, o paciente deve retornar em cerca de 24 horas para remoção do mesmo.
Deve ser mantido repouso relativo cerca de 48 horas após a cirurgia, neste período e normal a saída de pequena quantidade de sangue pelo nariz ou garganta. Atividade física deve ser iniciada somente após 15 dias.
É importante realização de limpeza nasal rigorosa cerca de seis semanas após o procedimento cirúrgico. Neste período será necessário retorno periódico ao consultório, para que sejam removidas crostas que por ventura venham a se formar.

CENTRAL DE ATENDIMENTO

34 3215-1143  STA. GENOVEVA

34 3222-1844  UMC

REDES SOCIAIS

Rua Arthur Bernardes, 555

1º andar - Uberlândia - MG

HOSPITAL UMC

Alameda Paulina Margonari, 49

4º andar - Uberlândia - MG

Especialidades

Sobre a Otoface

Corpo clínico